sexta-feira, 13 de setembro de 2013

As cinco linguagens do amor (rascunho)



As Cinco Linguagens do Amor


Você já ouviu falar das Cinco linguagens do amor? Existem muitos livros hoje em dia que foram escritos por pessoas de Deus com o objetivo de ajudar as famílias. As Cinco Linguagens do Amor é um deles. O autor deste livro identificou que todas as pessoas possuem uma forma específica de amar e se sentirem amadas. Quando você descobre como seus pais, irmãos, tios, avós, se sentem mais amados e a forma como eles demonstram que te amam, fica bem mais fácil perceber as diferenças, de reconhecer o amor dos outros e de demonstrar todo o seu carinho da forma que as pessoas gostariam de receber.  
As Cinco Linguagens do Amor são: toque físico, palavras de afirmação, tempo de qualidade, atos de serviço e presentes. Que tal conhecer um pouco sobre elas:
- TOQUE FÍSICO: O toque físico é uma das formas mais fáceis de perceber o amor. Você abraça quem é importante para você? Você gosta de andar de mãos dadas com aqueles que você ama? Você fica feliz ao ver receber um carinho na cabeça, nos cabelos ou nas mãos? Geralmente esta é uma das primeiras formas de comunicar amor que aprendemos. Você já reparou que as crianças amam dar beijos e abraços? Ao fazer isso elas estão dizendo que amam mesmo sem falar nenhuma palavra. Se você respondeu sim às perguntas acima, provavelmente esta é a sua primeira linguagem: a forma como você demonstra que ama e como gosta que as pessoas demonstrem que te amam. Pare e pense: você conhece alguém que sempre procura te abraçar, que conversa encostando, tocando em você? Se a resposta é sim, provavelmente esta é a forma que essa pessoa está dizendo que você é importante para ela, mesmo que ela nunca use as palavras para isso.
- TEMPO DE QUALIDADE: O tempo de qualidade significa o tempo que você dedica exclusivamente a alguém, sem ter outras distrações por perto. Por exemplo, o tempo que vocês se dedicam à conversa, a assistir um filme juntos, a ver fotografias, a tomar um café, etc. Se você se sente importante, amado, quando alguém abre mão de fazer outra coisa simplesmente para passar tempo com você, provavelmente essa é a sua primeira linguagem. Ao mesmo tempo, se alguém exige sempre a sua presença, e de forma até exclusiva, essa é a principal forma que essa pessoa encontrou para dizer que te ama. Na Bíblia podemos achar um exemplo de alguém que tinha essa como primeira linguagem. Maria, irmã de Madalena, amava ficar aos pés de Jesus. O prazer dela estava em simplesmente ficar ali. Era dessa forma que ela dizia ao Mestre que o amava.
- ATOS DE SERVIÇO: Sabe aquelas pessoas que se empenham em fazer tudo para agradar? Que chegam a sua casa e lavam a louça, se alegram em ajudar a arrumar o armário e sempre estão prontas a oferecer aquela mãozinha? Essas são as pessoas que têm como primeira linguagem de amor atos de serviço. Ou seja, para elas, o amor está relacionado ao fazer. Há um bom exemplo sobre isso na Bíblia. Você se lembra de Marta, irmã de Maria e Lázaro? Ao saber que Jesus se aproximava, ela sempre se preparava para servi-lo. Fazia comida, organizava a casa e estava sempre envolvida com alguma atividade. Essa é uma linguagem muito bonita, porém é preciso compreender que as pessoas devem amar e ser amadas não pelo que elas fazem, mas sim por quem elas são.
- PALAVRAS DE AFIRMAÇÃO: Muitas pessoas precisam ouvir que são importantes, que são lindas, que são inteligentes, que são competentes e divertidas. Isso significa palavras de afirmação, ou seja, a manifestação verbal de sentimentos. Da mesma forma, existem pessoas que sentem a necessidade de dizer sempre o quanto amam seus amigos, o quanto eles são importantes, o quanto são legais. Ao fazer isso, está se demonstrando que palavras de afirmação é a forma de comunicar seu amor. E existem pessoas que precisam dessas palavras para se sentir importantes. Para elas não basta alguém passar tempo, dar presentes ou abraços, elas precisam ouvir o que os outros pensam. Se este é o seu caso, palavras de afirmação provavelmente é a sua primeira linguagem.
- PRESENTES: Quem gosta de ganhar presentes? Todo mundo. Quem gosta de dar presentes? Nem todos. Presentes é uma linguagem peculiar e não está necessariamente ligada ao valor. Por exemplo, muitas crianças fazem desenhos lindos para os pais, irmãos e tios. Para elas, esses papéis coloridos são preciosos presentes, uma forma de dizer que amam e se importam. Muitas meninas adoram gastar tempo pensando em coisas criativas para presentear: surpresas, cartazes, fotografias, entre outras coisas. Se você é do tipo que sempre que viaja pensa em trazer lembranças para seus amigos, que nunca se esquece de comprar um presente nos aniversários, e que até mesmo se desaponta quando as pessoas se esquecem de te presentear, provavelmente esta é a sua linguagem.
Conseguiu identificar a sua principal linguagem? Conseguiu identificar à das pessoas que moram com você? Aprender a se conhecer e conhecer as pessoas é muito importante. É importante também você comunicar às pessoas como você gostaria de ser amado, qual a sua primeira linguagem, aquilo que o faz se sentir único. Para isso é importante desenvolver também a comunicação com a sua família.
Pense nisso e comece hoje mesmo a amar seus familiares da forma como eles se sentem amados!
Livros que podem te ajudar:
- As Cinco Linguagens do Amor. Autor: Gary Chapman – Editora Mundo Cristão
- As Cinco Linguagens do Amor para Adolescentes. Autor: Gary Chapman – Editora Mundo Cristão
Mas, o segredo é identificar pessoa por pessoa!!!! Embora, todas as pessoas precisam de um pouquinho de cada!

Salmos 90
Senhor Tu tens sido o nosso refúgio de geração em geração, de eternidade a eternidade. Pois mil anos são aos teus olhos como o dia de ontem que se foi, como a vigília da noite.

Ensina-nos a contar os nossos dias para que alcancemos coração sábio. Seja sobre nós a graça do Senhor nosso Deus, confirma a obra das nossas mãos. 

Dele e Dela



Dele e Dela
Genesis 3:16-19

Depois de Adão e Eva terem pecado,Deus aplicou uma punição distinta para cada um deles. O julgamento de Deus sobre Eva estava relacionado à dor do parto, um papel singular da mulher.Esse julgamento não afetou o papel do homem no processo reprodutivo. O julgamento de Deus sobre Adão estava relacionado à frustração em seu trabalho.Espinhos e ervas daninhas tornariam o processo de cultivo mais difícil para Adão, um agricultor.
Ambos os julgamentos se colocariam como um lembrete constante da conseqüência do pecado, e cada julgamento foi feito sob medida.O julgamento de Eva girava em torno de um papel que era unicamente seu ( ligado a primeira parte do plano de Deus em Gênesis 1:28 ,”sejam férteis e multipliquem-se”), e o julgamento de Adão estaria diante dele todos os dias no campo, conforme trabalhasse para prover alimento a sua família ( ligado à segunda parte do plano de Deus, quanto a “subjugar” e “dominar” a terra).
A ênfase estava sobre a esposa como aquela que dá à luz filhos e sobre o esposo como provedor,mas esses papéis não devem ser vistos como divisões definitivas.Numa economia agrícola, a mulher do agricultor desempenha um papel vital no sucesso da lavoura,e Adão certamente tinha responsabilidade relacionadas à criação de filhos.A ênfase bíblica sobre a criação de filhos é sempre sobre os “país”, não apenas sobre a “mãe”. O que de fato descobrimos neste capítulo é uma introdução à idéia de variação de responsabilidades no casamento, com ênfase no trabalho em equipe para a realização dos planos de Deus.
Propósitos de oração:
1-      Ajuda para aceitarem seus papéis distintos dentro do casamento.
2-      Apoio para trabalharem juntos como equipe a fim de alcançarem os planos dele para vocês.
Reflitam juntos:
*Como cada um de vocês tem experimentado a punição específica sobre seu gênero ?
* Vocês entendem seus papéis como definitivos ou variáveis ?Quais responsabilidades são claramente suas,minhas e nossas ?

Para estudo adicional : Provérbios 31:10-31,Tito 2: 1- 13

DISCIPULADO

DISCIPULADO "Passará o céu e a terra, porém as minhas palavras não passaram" (Mateus 24:35) Os dias que virão serão melh...