quarta-feira, 8 de outubro de 2014

O Princípio da Honra

Pesquisando os Evangelhos,você encontrará algumas pessoas que receberão o pleno galardão,uma recompensa parcial ou nenhuma recompensa.
Cada ocorrência reflete unicamente a forma como elas lidaram com a honra.Em algumas ,vemos a falta evidente da honra devida; em outras ,observamos a honra abundante e cordial,em outras, ainda , vemos a desonra grosseira quando se aproximam de Jesus. Ainda que a honra não se revele de imediato nas passagens,ainda assim o padrão,ou princípio,permanece, é uma lei espiritual,pois Deus diz:

"... aos que me honrarem,honrarei,porém os que que me desprezam serão desmerecidos ".

A honra é uma chave para recebermos do céu.Gosto da referencia do versículo acima como o "princípio da honra". Aqueles que horas a Deus serão honrados, é assim que funciona.Todos os que honraram a Jesus receberam de Deus na proporção da honra prestada.Pense nisso.... não apenas um servo e uma filha foram curados - ainda podemos celebrar até hoje as escolhas e a fé deles !
Este princípio é especialmente enfatizado bem antes da paixão de Cristo.Jesus estava na casa de Simão,o leproso,em Betânia. Quando ele se reclina á mesa, uma mulher se aproxima com um vaso de alabastro contendo um caríssimo óleo de nardo. O preço desse perfume era correspondente a um ano de trabalho de um trabalhador normal.Depois de chorar para lavar os pés de Jesus, ela os seca com seus cabelos;em seguida abre o vaso de nardo e o derrama sobre a cabeça de Jesus.
Ela honrou a Jesus ungindo-o abundantemente,mas nem todos se alegraram com sua espontaneidade : "Indignaram-se alguns entre si e diziam : Para que esse desperdício de bálsamo ? porque este perfume poderia ser vendido por mais de trezentos denários e dar-se aos pobres "E murmuravam contra ela "( Marcos 14:4-5)
Analisando de fora da situação, as observações deles soaram racionais e até mesmo ponderadas.É tão cristão pensar nos pobres....
Eles deixaram,porém,de captar o cenário principal,algo que marcou aquele momento para sempre. Aquela fora uma oportunidade de honrar ao Deus dos céus e da terra honrando a Seu Filho,Jesus. Ouça a repreensão severa do Mestre:

"Deixai-a; porque a molestais ? Ela praticou boa ação para comigo( digna de louvor e nobre). Porque os pobres,sempre os tendes convosco e quando quiserdes,podeis fazer-lhes bem,mas a mim nem sempre tendes. Ela fez o que pôde,antecipou-se a ungir-me para a sepultura... Em verdade vos digo: onde for pregado em todo o mundo o Evangelho (as boas novas ),será também contado o que ela fez para memória sua. ( Marcos 14:6-9 AMP)

Uau,você viu como Ele a elogiou? Muitos fizeram grandes coisas nos dias de Jesus nos dias de Jesus , mas ninguém foi honrado dessa maneira,ou a esse ponto.Jesus profetizou que a boa atitude de honra daquela mulher seria enaltecida em todo o lugar alcançado pelo Evangelho e não apenas naquela época,mas de geração em geração.,para todo sempre.
O desejo dela foi honrar o Mestre,mas esse derramar de unção a colocou em uma posição de ser honrada pelo Mestre.
O princípio da honra sempre permanecerá válido. Deus diz "Honrarei aqueles que me honram,mas aqueles que me desprezam serão tratados com desprezo "( I Samuel 2:30 NVI)
Observe que aqueles que o honram serão desmerecidos . Então a versão NVI usa a palavra desprezo,que é definida como "o sentimento de que alguém é indigno de consideração ou respeito"
Deus reputa aqueles de que alguém é indigno de consideração ou respeito.
Deus reputa aqueles que o desonram como indignos de sua Atenção.
Isso implica em não levar em consideração as necessidades e orações de tais pessoas.
Ouça o que Jesus diz: "....quem me recebe,recebe aquele que me enviou"( João 13:20).
Dentro do contexto do que Jesus está afirmando,receber alguém é igual a honra-lo.
Então na verdade Ele está dizendo : Aquele que me honra,honra o Pai que me enviou.
É por isso que em João 5:23 ele deixa claro o seguinte "..Quem não honra o Filho,não honra o Pai que o enviou "
aqueles que honravam a Jesus estavam na verdade honrando ao Pai sem saber disso .
Jesus disse: "Eu não aceito glória que vem dos homens "(João5:41); em Seu coração e em Sua mente,tudo era direcionado ao Pai.
Ele ainda não havia sido glorificado.Quando enfim chegou a essa condição,foram expedidos decretos,do Pai para o Filho,tais como : "E todos os anjos de Deus o adorem "(Hebreus 1:6, Filipenses 2:8-10)
Uma vez glorificado,Ele é adorado assim como o Pai é adorado.
Portanto,durante o tempo em que andou sobre a terra,Jesus viveu e ministrou como o Filho do Homem.A passagem de Filipenses 2:6-7,na versão ampliada declara : "Quem,embora sendo essencialmente um com Deus e tendo a forma de Deus...despiu-se (de todos os privilégios e justa dignidade de forma a assumir a aparência de um servo (escravo),tornando-se como os homens e nascendo como ser humano ". Então,como homem,Ele continuamente passava para o Pai,em Seu coração,toda a honra que lhe era dada.É por isso que Ele sempre se dirigia ás pessoas a quem curava com recomendações do tipo "Olha,não diga a ninguém,mas vai  mostrar-te ao sacerdote e fazer oferta que Moisés ordenou,para servir de testemunho ao povo"(Mateus 8:4).
E mais adiante: Jesus os advertiu severamente,dizendo "Acautelai-vos de que ninguém o saiba "( Mateus 9:30).
Enquanto esteve aqui,Jesus foi a conexão da terra com o Pai,portanto,uma forma tangível de honrar ao Pai era através do tratamento dado ao Filho.
É por isso que não houve repreensão á mulher anônima que honrou a Jesus, o Filho,com seu unguento caríssimo.
Ele nunca repreendia aqueles que o honravam,em vez disso,os elogiava por fazerem essa conexão com o Pai.Entenda que ele não estava buscando a Sua própria honra,mas antes,modelando o Princípio da honra para aqueles a quem fora enviado.


Texto retirado do livro A Recompensa da Honra de John Bevere

QUANDO O POVO RECONHECE Á DEUS

Em Isaias 64 todo   Quando o povo reconhece os feitos maravilhosos de Deus, Reconhece que não há outro Deus , Enumera os feitos e os ...