quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Para um casamento funcionar

"Deixará o homem a seu pai e a sua mãe,e unir-se-á a sua mulher,e serão uma só carne ( Genesis 2:24)

O casamento veio com essa negrinha no manual de instrução.para o homem ( e a mulher) se casar,primeiro tem que deixar a seu pai e a sua mãe,sair do ninho.Se devemos deixar os pais,que são as pessoas mais importantes em nossas vidas,quanto mais os irmãos,os amigos,e o Facebook da ex-namorada ! "E Serão uma só carne"mostra o início de uma nova família.Quando se casa,você deixa sua família de origem e forma uma nova família. Sua nova família é seu cônjuge. Seus pais e irmãos ,toda a sua família de origem ,se tornaram parênteses.
Não estou dizendo que seus pais e irmãos deixaram de ser importantes,mas você migrou para seu próprio ninho e agora tem uma nova família - é necessário estabelecer limites claros para manter um relacionamento saudável com todos.Se essa linha não fica bem clara começa a haver interferências.
Um dos erros cometidos por recém-casados e seus pais é achar que enquanto o casal não tem filho,não deve ser visto como uma família.É muito comum ouvir  "agora,sim,nossa família está completa"na chegada de um bebe,mas isso é desprezar o fato de que a família já está completa ,desde o dia em que vocês se casaram.Ter filhos é uma escolha e não um passo obrigatório no relacionamento ( e, por favor,nunca tome essa decisão com o objetivo de resolver algum problema entre você ou completar uma lacuna.Não funciona).
O homem se une á sua parceira e se tornam uma só carne.A família está criada,completa e fechada,sem espaço para intromissão de terceiros.Tirando Deus em sua vida,não existe outra coisa nem outra pessoa que possa ser mais importante para você do que seu marido ou sua esposa. Se vocês são uma só carne,quando você cuida do seu cônjuge está cuidando do seu próprio corpo.Ao priorizar o outro,está periodizando a você mesmo,a sua parte mais importante.
Infelizmente,muitas mulheres em alguns casos são os homens que pensam assim; pensam que esse é o tipo de relacionamento que devem ter exclusivamente com seus filhos,sangue do seu sangue Carregam os bebês por nove meses dentro de si e sentem-se ligadas a eles para o resto de suas vidas,mais até do que ao pai da criança ou pode ser o contrário em alguns casos,o pai se sente ligado a criança e não se concentra mais em seu relacionamento marido mulher.Mas essas crianças que saíram de dentro de vocês crescem e vão querer viver suas próprias vidas e formar suas famílias.Não faz sentido tornar-se uma só carne com alguém que inevitavelmente sairá de sua casa em pouco anos.É receita para frustração e sofrimento.Os filhos precisam encontrar uma base firme no casamento de seus pais para formarem suas próprias bases no futuro.
a força do relacionamento está na união do casal,e a única maneira de se conseguir isso é estabelecendo as prioridades corretamente.
As pessoas que colocam o trabalho acima do cônjuge criam abismo em seu relacionamento.O problema é que é muito fácil deixar que outras coisas ou pessoas se instalem acima do seu marido ou de sua esposa,ainda que você não admitia isso verbalmente.Com certeza se alguém perguntar,você sempre vai dizer que seu cônjuge é mais importante,mas é na prática que você mostra quem - ou o que - realmente está em primeiro lugar.
O grau de importância de algo ou alguém em sua vida é medido pelo tempo que você dedica a ele e pelo que você faz,não pelo que você fala.observe suas atitudes.a quem você tem dedicado a maior  - ou melhor - parte de tempo,esforço,atenção e pensamento? Seu tempo deve ser preferencialmente,para seu cônjuge .Se você mais tempo para estar na casa da sua mãe,das colegas ou no trabalho e coloca essas coisas á frente de seu companheiro,está colocando seu casamento em situação de risco e sem equipamento de proteção.
Isso exige muita atenção de sua parte,no dia a dia.Meca suas atitudes.
 Palavras do Bispo Renato Cardoso : Eu dizia para minha esposa "eu te amo"para minha esposa,mas a maneira que eu a ignorava e não lhe dava atenção invalidava as minhas palavras. Era o que eu fazia que mostrava para ela que na minha vida o mais importante era o trabalho.No meu caso é ainda mais difícil porque o meu trabalho é servir á Deus.É muito fácil misturar as estações e achar que se Deus está em primeiro lugar,tudo o que está relacionado a Ele também deve estar.Não confunda Deus com a Obra de Deus.
Mesmo trabalhando como pastor,servindo a Deus,não poderia colocar o meu trabalho acima da minha esposa.É o que Ele deixa claro quando fala dos pastores,dos bispos,dos que fazem o serviço dEle,ao dizer que eles tem que ser bem casados,cuidar da casa primeiro,para depois poder cuidar da igreja.
Deus não está se contradizendo ao afirmar que o pastor deve cuidar primeiro da família.Ele continua em primeiro lugar,pois a Obra de Deus não é Deus. Veja como ele valoriza o casamento ! Ele nem quer que você faça a obra dEle se dentro de casa você não dá o exemplo e não faz do seu cônjuge sua primeira ovelha.
O casamento, na verdade,serve como um termômetro que mede nosso relacionamento com deus.Se estou bem com Deus,tenho que estar bem no meu casamento.Se estou mal no meu casamento,não posso estar bem com Deus.
Para um casamento funcionar,é necessário que ambos,marido e mulher se importem um com o outro acima de todas as demais pessoas e coisas.Se isso não acontece,não há casamento de fato.Na posição correta do pódio,a esposa sente-se especial por ter sido escolhida acima de todas as outras mulheres.Se colocada para escanteio,será uma mulher amarga e infeliz.Uma mulher infeliz faz um lar infeliz e ,convenhamos não é isso o que você deseja.O marido colocado no correto sente-se respeitado por sua responsabilidade de cuidar de sua esposa como se fosse seu próprio corpo.
Agora que você sabe de tudo isso,e sendo os dois uma só carne,tire da equação terceiros.Vocês têm que estar tão juntos que pareçam colados,inseparáveis.Não pode haver terceira pessoa entre você ,nem mesmo o filho.
Com o primeiro e o segundo devidamente ocupados por Deus e seu cônjuge, o terceiro lugar fica para o restante da humanidade: filhos,parênteses,amigos e demais pessoas.

Texto retirado do livro Casamento Blindado

Palavras de Conhecimento : Recompensas

Palavras de Conhecimento : Recompensas: Recompensas Essa palavra nos leva ao ponto do texto de João, e a fim de facilitarmos a transcrevemos todo o versículo : "Acautela...

Recompensas

Recompensas

Essa palavra nos leva ao ponto do texto de João, e a fim de facilitarmos a transcrevemos todo o versículo : "Acautelai-vos,para não perderdes aquilo que temos realizado com esforço,mas para receberdes completo galardão". Observe que Deus é um Deus galardoado ( ver Heb 11:6).Esta é uma verdade,que precisamos firmar bem fundo em nossos corações.Na verdade, Ele ama recompensar-nos.Como foi que Ele se apresentou a Abraão? "Depois destes acontecimentos,veio a palavra do Senhor a Abraão,numa visão,e disse"Não temas Abraão ,Eu sou o teu escudo, e o teu galardão será sobremodo grande "( Gn 15:1)
Uma outra versão traz : "Eu sou....o teu grandíssimo galardão. Que maneira de se apresentar a alguém ! O Salmo 119:9-11 faz eco a essas palavras dizendo : "Os juízos do Senhor são verdadeiros e todos igualmente justos.... em os guardar,há grande recompensa". Lemos no Salmo 57:2 : "Clamarei ao Deus Altíssimo , ao Deus que por mim tudo executa e me recompensa ( que faz com que os Seus propósitos para mim venham á existência e com certeza os realiza)"! Versão AMP.
Deus é um deus galardoador e ama recompensar seus filhos ! Deus ama cada um de nós profundamente ,e o Seu amor é perfeito.Entretanto,isto não significa necessariamente que não haverá momentos em que Ele estará insatisfeito com as nossas atitudes.Deus recompensa aqueles com quem Ele está satisfeito,aqueles que dão ouvidos aos Seus conselhos. 
Observe que João diz: "...para receberdes galardão ". Enquanto eu meditava ,a palavra completo saltou da pagina. Pensei : Se há recompensa completa então há também uma recompensa parcial, e também a possibilidade de nenhuma recompensa ( Lembre-se,não estamos falando de salvação aqui,mas de recompensas ). Meditando um pouco mais,concluí que há duas aplicações ás quais João se refere. A primeira é o Trono do julgamento de Cristo.Paulo declara : "Entretanto,estamos em plena confiança,preferindo deixar o corpo e habitar com o Senhor "( II Co 5:8)
De imediato,percebemos que Paulo não está se dirigindo a toda humanidade,pois quando um incrédulo está ausente do corpo ele não está na presença do Senhor,está,antes,no inferno.Isto pode parecer duro,mas é a verdade.Jesus não veio ao nosso mundo para condená-lo,muito pelo contrário,veio para salva-lo.O mundo já estava condenado por causa de Adão,que nos vendeu para a morte eterna ( João 3:17-18). Somente aqueles que recebem Jesus Cristo por meio de um comprometimento total de suas vidas a Ele estarão presentes com o Senhor quando deixarem para trás os seus corpos terrenos.Paulo continua a se dirigir aos crentes :

"É por isso que também nos esforçamos,quer presentes,quer ausentes,para lhe sermos agradáveis.Porque importa que todos nós compareçamos perante o tribunal de Cristo,para que cada um receba segundo o bem ou mal que tiver feito por meio do corpo. "
II Coríntios 5:9-10

Todo crente comparecerá diante do Trono do Julgamento de Cristo.Naquele dia,cada um de nós receberá de acordo com o que fez durante o seu curto tempo na terra.A Nova Tradução Linguagem de Hoje afirma: "E cada um vai receber o que merece ". Os nossos pecados não serão julgados,uma vez que que o sangue de Jesus erradicou a punição eterna determinada para o pecado.Em vez disso,seremos recompensados,ou sofreremos perdas,pelo que fizemos como crentes.As nossas ações,palavras,pensamentos e até mesmo motivos,serão inspecionados á luz da Sua Palavra.As coisas temporárias sobre as quais edificamos a nossa vida serão consumidas,o que resultará em perda,e as eternas serão purificadas e transformadas em recompensas duradouras ( I Co 3:14-15).
A extensão entre as perdas sofridas e as recompensas poderá variar desde vermos tudo o que fizemos ser consumido,embora nós sejamos salvos,como que pelo fogo,até suprema grandeza de reinarmos ao lado de Jesus Cristo para todo o sempre ( I Co 3:15, Apoc 3:21). A abrangência disto é,sem dúvida,vastíssima.A primeira situação seria um exemplo de ausência de qualquer recompensa;a última seria um exemplo do cenário do "completo galardão", sendo que a recompensa parcial ficaria em qualquer ponto entre esses dois.
Estas decisões do Trono do Julgamento são chamadas de "Juízos Eternos"( Heb 6:1-2), o que significa que nunca haverá qualquer alteração, emenda ou mudança nesses decretos.Portanto,pode-se concluir que o que fazemos com a cruz de Cristo determina onde passaremos a eternidade no entanto, o modo como vivemos como crentes determina como passaremos a eternidade.
É sábio,portanto, olhar diligentemente o que as Escrituras dizem sobre os juízos eternos e as recompensas eternas.Este conhecimento é definido como uma doutrina elementar de Cristo. No ensino fundamental, a sua base é adquirida com todos os elementos essenciais da educação,como a leitura, a escrita, a matemática,etc. Você consegue imaginar tentar construir sua formação de ensino médio ou universitária sem saber ler,escrever,somar ou subtrair ? Seria impossível.No entanto,inúmeros crentes tentam construir sua vida cristã sem este conhecimento doutrinário elementar. A urgência deste dilema levou o escritor John Bevere a escrever o livro Driven By Eternity ,que trata do assunto em detalhes, e eu o recomendo como um acompanhamento desta mensagem.


Texto retirado do livro a Recompensa da Honra de John Bevere